categorias: Vida de Mãe

Ficaremos sem água?

Todas nós sabemos do problema grave que estamos enfrentando com a diminuição das reservas de água e a falta dela que já acontece em muitas regiões.

Técnicos mostram que a situação é gravíssima, alguns afirmam que só temos água potável até a metade do mês de novembro, enquanto outros defendem que se o clima melhorar e colaborar com chuvas, teremos os níveis normalizados.

Como não vamos esperar para ver o que vai acontecer, listo aqui algumas técnicas (que foram citadas pelas mães do nosso grupo) para ajudarmos a controlar o desperdício.

Você pode e deve participar!

Compartilhe!!!!

 

Banheiro

– Banho rápido

– Junte mais “xixis” na privada antes de dar descarga. Combinem com todos da familia para usarem o mesmo banheiro.

– Se tiver aquecedor a gás, diminua a temperatura, assim você não precisará abrir também a água fria na hora do banho.

– Quando estiver esperando o chuveiro aquecer, coloque alguns baldes de água para coletar a água e a utilize para lavar o banheiro ou jogar na privada ao invés de dar descarga.

– Utilize também a água da banheira do bebê.

– Desligue o chuveiro toda vez que se ensaboar, abra apenas para se enxaguar

– Escove os dentes com um copo de água.

– Coloque uma garrafa PET dentro da caixa da descarga para economizar, veja nesse video como fazer:

Cozinha:

– Para quem tem lava louças: use. Espere lotar a maquina e use.

– Para quem não tem: Lavar a louça na bacia (método das nossas avós ou bisavós: lave numa bacia e enxague em outra).

– Marque os copos para que cada pessoa da familia fique com 1 por dia e utilize sempre o mesmo.

Lavanderia:

– Reutilize a água da lavagem e do enxague da máquina de lavar roupa para deixar os panos de chão de molho, para lavar o quintal etc

Outros:

– Feche um pouco o registro geral pra diminuir o fluxo de água da casa.

– Não lave o carro!!!! Campanha #CarroSujo

 

Tem mais dicas?

Se você quer saber de onde vem a água que chega na sua casa, clique aqui: http://util.socioambiental.org/deondevem/

 

Texto colaborativo - agradecimento especial para as M@ES

 

 

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook