categorias: Vida de Mãe

Não dê suco para seu bebê.

Queridas m@es,
hoje vou falar um pouquinho sobre introdução alimentar, particularmente sobre a (não tão) nova recomendação de dar preferência à frutas amassadinhas ou raspadinhas e não sucos.
Quando falo que vou iniciar a introdução alimentar pelas frutinhas amassadas (e não pelo “famoso” suquinho de laranja) no consultório, logo vejo os olhares de espanto da maioria das mamães (mas principalmente das vovós! rs)
Realmente não é fácil mudar uma coisa que ficou por tantos anos tão consagrada, ainda mais por estarmos falando de suco de fruta natural (e não de “caixinha”, claro!)
Puxa, mas ele não é tão saudável, agora vai virar vilão?
Explico:
A fruta in natura tem mais nutrientes (fibras e vitaminas) e são proporcionalmente menos calóricas que os sucos.
Quando fazemos os sucos, ingerimos mais frutose (o açúcar natural da fruta) e também perdemos as fibras contidas in natura e com isso aumenta-se o índice glicêmico do alimento.
Consequentemente, o consumo excessivo e precoce de sucos está relacionado a sobrepeso e obesidade infantil, cada vez mais frequente em nosso meio.
Além disso, quando oferecemos as frutas in natura, o bebê tem contato com a textura e o sabor real da mesma, tornando melhor a aceitação.
Precisamos de mais motivos do que esses?
Mas sem radicalismos!
É claro que eventualmente os bebês podem tomar sucos, eles não foram agora proibidos para os bebês, só é fundamental explicar para as mamães que é muito mais saudável criar o hábito de oferecer frutas, fazer com que eles “mastiguem”, sintam o gosto, peguem com as mãozinhas… Do que o tradicional suquinho (seja lá na mamadeira ou nos copinhos de transição).
E também incentivar o consumo de água, oferecendo pequenos golinhos ao longo de todo o dia. É bem comum eles não aceitarem no início, é assim mesmo!
Hoje vou parar por aqui, para não ficar longo e cansativo, mas volto em breve para dar mais dicas de introdução alimentar para vocês!
Um grande beijo.
flavia-mariano-120x120 Dra. Flávia Mariano
 Pediatra e Neonatologista
 CRM: 127.047 
 e Mãe da Gabi, de 4 anos.
 https://instagram.com/draflaviamariano/
 Foto capa: Shutterstock

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook