categorias: Vida de Mãe

4 dicas para melhorar a comunicação entre pais e filhos. 

Como falar para seu filho entender?

Uma das maiores queixas trazidas pelos pais é de que seus filhos não os ouvem. “Eu preciso repetir mil vezes!”, “ eu expliquei e ele fez de novo” são frases muito comuns trazidas pelos pais que eu oriento.

Se a criança tem mais de 3 anos, me faz pensar que, além da idade, talvez esses pais precisem aprender a conversar com crianças no mundo delas. Sim, a comunicação com crianças não é a mesma com adultos. Eles não tem a nossa vivência, nosso vocabulário, nossa compreensão de vida e nem nossas contas para pagar. O mundo é outro e a comunicação também tem que ser outra.

Escolhi 4 dicas que podem ajudar bastante a melhorar a comunicação entre pais e filhos.

1- Escolha o momento certo. As crianças têm dificuldade de concentração, então não adianta falar com as crianças pulando pra lá e pra, correndo. Acalme a criança, peça pra ela sentar, veja se ela está olhando pra você, e aí fale!

2- A melhor hora da conversa não é a hora da briga. Você pode corrigir a criança, claro, mas na hora da raiva, birra, bronca, a comunicação nunca é boa. Ela tá contaminada de emoções. Nem a criança vai estar disposta a ouvir e você vai tenter mais a descontar a raiva do que fazê-la entender mesmo o que não foi legal! A hora que melhor funciona para a maioria das crianças é antes de dormir. Aí sim, com todos calmos, explique o que não gostou e ajude a criança a pensar no que poderia ter sido diferente.

3- Explique o conceito. Esse é o maior erro. Não adianta falar… “Filho, eu to bravo porque você quebrou o brinquedo caro!” ou “você precisa comer legumes porque é saudável!”. Caro, saudável, antigo, educado, são exemplos de conceitos que as crianças demoram muito pra compreender como nós! A melhor forma é explicar o conceito. “Filho, você sabe o que é saudável? Significa que cada fruta ou legumes tem uma vitamina que faz bem para alguma parte do nosso corpo. A cenoura tem vitamina A e ela deixa nossos olhos bem fortes. A laranja tem vitamina C, que cria vários soldadinhos pra defender nosso corpo de bichinhos que querem entrar. Por isso a mamãe quer que você coma frutas, entendeu?”

4- Valide os sentimentos da criança. As crianças ficam frustradas quando acham que não são compreendidas. Se o brinquedo dela quebrou, o amigo não dividiu ou o sorvete caiu no chão. Valide o sentimento, mas diga que há maneiras de lidar com a nossa raiva. “Filho, eu sei que você ficou bravo porque seu amigo não emprestou o brinquedo. É ruim mesmo, mas bater nele não pode! O que podemos fazer da próxima vez?” Se a criança for pequena e não conseguir pensar sozinha, de a alternativa mais adequada pra ela.

Alguns problemas infantis podem parecer besteira pra gente, mas são importantes pra elas.

Uma boa comunicação melhora muito o relacionamento de pais e filhos. Se você percebe muitos problemas nessa área, uma orientação com um profissional pode ajudar.

 www.minutoterapia.com.br

@minutoterapia

www.facebook.com/minutoterapia

Capa: Shutterstock

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

1 comentário

  1. Hellen

    Amei as sugestões! Preciso praticar e não esquecer das dicas! A parte de escolher o o momento certo é importantíssima! Já notei que se eu estou com pressa de sair e demonstro isso para meu filho no momento de arrumá-lo para sair também, ele fica nervoso e irritado, daí demoramos o triplo para sair de fato, já que ele demora para dá muito mais trabalho para tomar banho, vestir roupa…