Posts publicados

categorias: Vida de Mãe

Dicas de boas maneiras no Whatsapp

Sabemos que uma mãe nos dias de hoje, antenada; além dos grupo entre familiares e amigos tem também os grupos de mães da escola, da natação, do condomínio, entre outros.

E é aí que mora o perigo!!!

Normalmente não são pessoas que temos intimidade e qualquer deslize pode ser interpretado de forma errada.

Por isso vamos deixar algumas dicas para usar bem os grupos de WhatsApp

 

1)      Não escreva em CAIXA ALTA! É feio e a impressão para quem lê é que estamos gritando ou nervosas.

2)      Cuidado com o conteúdo das postagens: Publique somente oq você falaria pessoalmente para aquelas pessoas. Videos e fotos podem causar constrangimento, evite coisas nojentas, pornográficas ou muito intimas.

3)      Frequência das mensagens: Não exagere!!! Não se empolgue muito. Escreva e responda conforme a média do grupo.

4)      Horários: Não poste nada de manhã cedinho ou de madrugada, use o horário comercial. Pense que as pessoas podem estar dormindo com o celular ligado e um som ou vibração em hora imprópria pode ser bem desagradável.

5)      Não compartilhe correntes ou rezas. Nada mais chato que essas correntes!!! Você conhece alguém que ficou rico, encontrou amor ou morreu em três dias com essas mensagens? Então pronto, não mande!

6)      Cuidados com sua foto de capa: Cada vez mais usado, o Whatsapp pode se tornar uma armadilha se você não selecionar bem sua foto. Sabe aquela foto principal??? Então… ela será a mesma para todos seus grupos, desde os amigos do trabalho, as mães da escola ou seu marido. Escolha bem a imagem que te representará.

7)      Atenção: Cuidado ao participar de muitos grupos e enviar mensagens trocadas para pessoas erradas. (Não deem risadas, porque isso é muito mais recorrente do que vocês imaginam. Tenho bons exemplos pra compartilhar e acredito que vocês também.)

8)      Mantenha a calma: Não fique chateado quando alguém visualizar sua mensagem e não te responder imediatamente.

9)      Áudios: nem preciso dizer que áudios são bem perigosos. Não escute alto se não estiver em casa sozinha, pode ser bem constrangedor e colocar pessoas em situações chatas.

10)   Não saia do grupo:  Tem hora que irrita muito, (eu sei!!! rs) porque a maioria das pessoas não respeitam essas mínimas regras de convivência, então a  vontade é clicar no botão sair do grupo e sumir. Mas o mal estar criado quando isso acontece é enorme, por isso a dica é silenciar e deixar rolar.

 

Um brinde a harmonia!!! kkkkk

Tem mais dicas??

Mandem pra nós

categorias: Vida de Mãe

Manual de etiqueta na ESCOLA

Faz tempo que quero fazer esse post!!!

Conversando com varias amigas que os filhos estão em escolas diferentes, todas sem exceção passam pelos mesmos “probleminhas” no convívio em grupo.

Então vale dizer que essas regras são e devem ser seguidas em qualquer tipo de convivência; pode ser no clube, na escola, no seu condomínio.

O certo é que o seu direito termina quando começa o do outro.

Nós temos q dar exemplos se queremos uma sociedade um pouco melhor e menos egoísta amanhã. Com atitudes as vezes bem pequenas causamos um impacto em outras famílias. Reflexão!!!

 

Manual de etiqueta na escola.

 

- Respeite as regras:

Se elas existem tem um motivo, é impossível qualquer grupo sobreviver sem elas. As pessoas são diferentes e se cada uma resolver fazer da sua forma o caos está armado. Se você não concorda com as regras da escola, mude. Existem várias opções, basta escolher uma que combine com vocês.

 

- Participe:

Se informe, leia agenda, pergunte para o seu filho o que ele fez, quem são os amiguinhos…. vá as reuniões sempre que possível, converse com os outros pais.

 

- Pense no próximo:

Essa dica vale para a vida né?

Antes de tomar qualquer atitude, pense nas outras pessoas. A escola é formada por um grupo, portanto nada de pensamentos individualistas.

Vai fazer uma festinha?  Convide TODOS ou NENHUM

Vai mandar um lanchinho especial? Envie para TODOS ou para NENHUM.

Tente sempre pensar em como se sentiria se o SEU filho fosse aquele que ficasse de fora. Não faça com os outros, aquilo que não gostaria que fizessem com você.

 

- Porta da escola:

Respeite as regras de transito.

É ali que a maioria dos pais se encontram, é também por ali que conseguimos captar a personalidade (e educação) de cada um. Tem os que furam fila, tem os que não estão nem ai pra hora do Brasil e ocupam duas vagas, ficam longos minutos batendo papo e nem sequer percebem que poderiam ser mais gentis e tentar amenizar o transtorno da entrada e da saída, tem os que são simpáticos, tem os práticos e tem os que se incomodam com tudo isso. (EU!)

 

- Convivio:

Lembre-se: você é adulto e seu filho e colegas de turma são crianças! Não queira resolver ou tirar satisfação de algum desentendimento, briga ou até mesmo mordida com outra criança que não seja a sua.

Por mais que seu filho volte para casa mordido ou machucado, o que aconteceu na escola foi resolvido na escola. Uma coisa é conversar com a professora ou coordenadora – o que é totalmente compreensível – outra coisa é conversar e tirar satisfação com uma criança ou até mesmo com seus pais.

 

- Valores:

Não torne seu filho uma criança com valores distorcidos, brinquedos caros devem ser deixados em casa.

Muitas escolas adotam o “Dia do Brinquedo” com objetivo maior de socialização: dividir, emprestar, partilhar…  e não exibir. Dê preferência para jogos que incentivam a brincadeira em grupo.

E não deixe seu filho levar brinquedos fora do dia combinado. Ele não é especial e não deve ser diferente dos outros colegas.

Demonstre para seu filho o quanto você gosta e valoriza a escola. Elogie, mostre respeito pelos trabalhos elaborados por ele (desenhos, colagens, atividades) enviados para casa.

 

- Dica de OURO:

Quem educa é pai e mãe! A escola auxilia, portanto não transfira e nem cobre responsabilidades que são suas.

 

** Texto com colaboração de mães amigas!

categorias: Vida de Mãe

Manual de etiqueta para festinhas infantis

Desde que o Miguel nasceu recebo muitos convites para festinhas infantis e agora que ele cresceu um pouquinho são os melhores programas do nosso fim de semana. (rs)

Adoramos!!!

Já faz algum tempo que percebo nessas festas algumas atitudes que desagradam muito, não só os convidados como os próprios anfitriões.

É muito triste planejar uma festa, um momento que era para ser feliz, estar junto com amigos e familiares e se decepcionar. Mas isso pode acontecer… então prepare –se

 

- Será que os convidados virão?

Quem não passa por essa duvida não é mesmo? Um misto de ansiedade e medo que assombra as noites anteriores ao evento.

O correto seria as pessoas confirmarem, por email ou até num evento que pode ser criado dentro do facebook.

Não levem crianças que não foram convidadas sem antes avisar a família anfitriã. Imagine se as lembrancinhas são personalizadas (ultima moda das festas). A situação ficaria bem chata.

- Presentes:

Se a festinha for comemorada junto com o irmão, leve 2 presentes.

Não solicite que os anfitriões abram o presente na hora da festa, por isso coloque o nome do seu filho e pergunte aos PAIS onde você poderá colocar o presente. Não entregue na mão da criança.

- Tema da festa:

Se a festinha tiver um tema definido não leve seu filho fantasiado com esse personagem. Não sabemos se o aniversariante estará fantasiado, e esse é o dia dele.

Quando a festa conta com teatrinho ou show com personagens, dê espaço para as crianças, as atrações foram feitas para elas e pensadas nelas, não monopolize nem fique sentado na frente. Segure a onda!!!

- Comida:

Essa é a parte onde vejo mais pessoas perdendo a linha. Os donos da festa com certeza pensaram em tudo e você não precisa atropelar ninguém ou “reservar” uma porçãozinha na sua mão. Mesmo se a comida acabar…rs Não faça isso!!!

OBS: Não ofereça comida para nenhuma criança sem perguntar antes para os pais se pode!!! existem crianças com sérias restrições alimentares ou simplesmente os pais não querem que ele coma determinados alimentos.

Contenha – se e NÃO ataque a mesa logo após o parabéns!!! Moderação. Não guarde brigadeiros para levar para casa. É feio, Muito feio!!!

Em hipótese alguma pegue algum enfeite da festa.  Isso é DECORAÇÃO e não brinde para seu filho!!!!

- Fotógrafo:

Lembre–se que o aniversariante do dia é a atração principal e o fotógrafo foi contratado então não fique chamando ou tentando que seu filho fique sempre no foco. Não tem coisa mais chata e deselegante que isso.

- Lembrancinhas: 

É de se esperar que a família anfitriã tenha preparado lembrancinhas para todas as crianças. Então não se empolgue e nem pegue nada além do que foi entregue ao seu filho. Lembre-se que a sua mãe, tia, amiga, vizinha… não tem direito a lembrancinha.

- Aniversariante: 

Deixe o aniversariante curtir e aproveitar a festa. É claro que você quer um abraço ou uma foto, mas não insista, nem empurre seu filho para cima dele.

- Seu (s) filho (s):

Mantenha controle e atenção aos seus filhos, não pense que pode deixa-los a vontade arrumando encrenca com outras crianças ou pegando docinhos da mesa antes do parabéns. Muito menos pense que os monitores ou personagens contratados deverão cuidar do seu filho para você.

Fique atento a alimentação da criança: se já sabe que será dificil ter alimentos permitidos por você na festa; ofereça comida em casa antes de sair. Nunca pergunte aos anfitriões: Mas não tem suco? Tem agua de coco??? Por exemplo.

- Bebida alcoólica:

ATENÇÃO!!! É uma festinha infantil e não uma balada!

 

Essa manual pode e deve ser compartilhado, tenho certeza que  muitas pessoas precisam dele.

 

Tem algo que posso acrescentar??

 

Beijocas