categorias: Mãe da Semana

Renata Anbar – Mãe da semana

Antes de mais nada, obrigada pelo convite em ser a mãe da semana, fiquei super lisonjeada (e em seguida já bateu aquela preocupação: ai meu Deus, o que vou escrever?! rsrs)
Adoro participar desse grupo, infelizmente quando minha primeira filha nasceu, eu ainda não o conhecia (ou não existia..), isso há quase 6 anos, mas desde que entrei tem me ajudado muito e vai ajudar ainda mais daqui pra frente… rs
Tudo começou (sem a gente saber), na escola.. foram 13 anos no mesmo ambiente, amigos em comum, mesmo recreio, a gente deve ter se esbarrado algumas vezes até, mas não chegamos a nos conhecer. Passados 10 anos, encontrei alguns amigos daquela época num barzinho e, pra minha surpresa, uns dias depois ele me manda um email. Eu não sabia quem ele era, mas ele estava naquela mesa do bar e pediu meu email para minha amiga.. não existia whatsApp, Facebook… ficamos trocando emails por algum tempo e eu não fazia idéia de quem ele era, só sabia que tínhamos estudado na mesma escola e tínhamos vááários amigos em comum!
Não preciso nem dizer que acabou em casamento dois anos depois!
Com uns 3 anos de casados, fomos visitar uma amiga na maternidade, e ela contou que tinha ficado 2 anos tentando até conseguir ter sua filha… aquilo me deu um medo enorme! Decidimos começar a tentar engravidar em seguida.. rsrs E pra nossa imensa alegria e surpresa, no mês seguinte eu já estava grávida da nossa linda Leticia!!! Lembro que eu estava trabalhando num congresso na Venezuela, nem podia imaginar ainda que estava grávida, e só pensava em dormir!
Voltando dessa viagem e passados mais dois dias (e nada da dita cuja descer), decidimos fazer o teste de farmácia… foi quando vi meu marido em seu momento mais frágil, mais entregue e mais lindo do mundo! Ele desabou a chorar, sem acreditar! (antes de casarmos, ele escutou muita besteira de médico em relação a isso… Passou 3 anos do nosso casamento com esse fantasma na cabeça!)
Depois de todo turbilhão de emoções e experiências que passamos quando nos tornamos mães, decidi começar a tentar nosso(a) segundinho(a). A Leticia tinha 1 ano e meio… eu jamais imaginava o que enfrentaria dali em diante.
Conheci exames e problemas que eu nunca tinha ouvido falar e, depois de passar por várias tentativas de tratamentos mais “lights” (coito programado, inseminação), partimos pro que eu mais temia.. a fertilização in vitro. Por várias vezes cheguei a achar que não conseguiríamos, desanimei, chorei muuuuuuito, sofri demais…não podia acreditar/aceitar que não daria um irmão pra minha pequena. Eu, que sempre gostei de casa cheia, amo e tenho meus irmãos como melhores amigos!!
Mas felizmente, após longos 4 anos de espera, veio nosso positivo! Aliás, um meeeega positivo!
Dessa vez quem chorou copiosamente fui eu!! Ainda mais quando soube que eram gêmeos, um misto de nervoso, medo, preocupação e muita felicidade! Estou grávida de 27 semanas de dois meninos, uma gestação difícil, com direito a um baita susto no primeiro trimestre e repouso de 30 dias, mas graças a Deus agora meus pequenos estão crescendo fortes e saudáveis, chutando bastante a barriga da mamãe!!
E agradeço também ao maridão, que sempre esteve ao meu lado, me dando um super apoio para o que eu precisasse e embarcou nessa luta comigo!
Eu era: Uma pessoa super animada, festeira, vaidosa, sonhadora…
Depois da maternidade, eu sou: Continuo festeira, principalmente qdo se trata de eventos pra animar a pequena, vaidosa quando consigo e sonhadora sempre, pois preciso acreditar que tudo vai dar certo! O que mais acentuou em mim foi a intolerância com injustiças, o desejo e a vontade de ter um país melhor para o futuro dos meus filhos. E com isso, a frustração de ver tanta violência, desrespeito espalhados por aí..
Como descobriu a primeira gravidez: Teste de farmácia, em casa com o maridão. E naquele dia SP teve um pequeno tremor (“terremoto”) e estávamos no quarto curtindo a novidade, ainda “caindo a ficha”, emocionados.. quando sentimos o chão tremer de leve, não sei se vcs vão lembrar disso… (foi em 2008). Certamente, um dia inesquecível para nós!
e a segunda: Através de exame de sangue, depois da minha segunda tentativa de trasnferência de embriões. Eu e meu marido na cozinha, com o computador, mega nervosos aguardando aparecer: “exame liberado” no site do laboratório! E a Leticia na sala vendo TV, sem imaginar o que estava por acontecer…. Quando abri o resultado, vi um número que pelo que entendi era positivo, mas já fiquei tão emocionada e chorando tanto, que fiquei com medo de interpretar errado o resultado. Ligamos pro médico que disse: “Tem mais de um bb aí hein!!!!” hahahaha Meu marido quase desmaiou e, a partir daí, contamos os minutos até o US, que finalmente nos revelou que seriam dois bebês!
Qual diferença de idade entre eles: 6 anos
Pretende ter outros: Nãããão! hahahaha Sempre achei linda a idéia de ter 3, nunca pensei que fosse acontecer e agora estou mais do que satisfeita com a família que formamos!
Trabalha: Trabalhei até o susto do primeiro trimestre, agora estou parada, cuidando da minha gestação, que foi tão esperada e tão difícil de alcançar!
Em caso positivo, onde ficam as crianças: Atualmente minha filha fica meio período na escola e sempre foi assim.
Por que optou por isso: Enquanto trabalhava, sempre tentei conciliar minhas atividades no período que ela estava em aula, por essa razão abandonei a vida empresarial doida e corrida, viagens que tinha antes e me joguei numa nova carreira, totalmente diferente, a de fotógrafa!
Melhor distração: Nesse momento é deitar e ficar curtindo cada mexida dos bbs na minha barriga, mas adoro sair pra passear com a pequena e o maridão, seja pra jantar, levá-la brincar ou vendo um filminho embaixo do edredon comendo uma pipoquinha!
Ícone: Puts, não sei.. rs Mas pra mim, família é tudo.
Ser feliz é: Saber que as pequenas coisas do dia a dia representam muito mais do que a gente imagina! Ter saúde e ver aqueles que amamos, bem!
O maior sonho: Ver meus filhos crescerem pessoas de bem, responsáveis, unidos e felizes! E poder curtir mais a vida com o maridão depois de cumprir nossa missão de pais! 😉
Horas de sono por noite: 8hs! Privilégio né!!
Uma dica para as futuras mães: No fim tudo dá certo… haverá dias lindos, outros nem tanto.. e haja paciência!!! Aliás, tô precisando exercitar a minha, alguma dica?! E cuide de perto do seu filho, dê muito amor e tenha certeza que todas nós erramos tentando acertar. Faz parte!
Uma receita infalível para os pequenos: Rotina e sinceridade.
Um programa inesquecível: Pode ser a festa de aniversário dela? Preparei toda a decoração sozinha no niver de 3 anos da Lê, tema Turma do Mickey, e ela me via criando os enfeites, as lembrancinhas, recortando, colando, pintando.. noites e noites adentro! A festa foi demais, ela curtiu muitão e ao final, eu já largada em algum canto super cansada.. ela veio até mim e disse: Obrigada mamãe pela minha festa! Morriiiiiiiii de amor e satisfação!
A viagem perfeita com os pequenos: Fomos a Disney ano passado com a Leticia e espero poder repetir a experiência com a família completa daqui uns anos! E sempre que vamos a praia também é maravilhoso, a Lê ama o mar e nos divertimos muito os três juntos!
Renata X Renata: ai.. difícil.. sou leonina, então imaginem.. sou uma pessoa de coração mole mas muito brava também, que tem esperanças até não poder mais, otimista mas ao mesmo tempo muito realista, com senso de justiça irritante (me faz sofrer) e que se decepciona quando espera das pessoas, o mesmo que ela faria. E já falei que sou sonhadora?! rs
renata-anbar2renata-anbar4
renata-anbar3

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook