categorias: Mãe da Semana

Pat Feldman – Entrevista mãe da semana

Que coisa deliciosa a Renata me chamar pra ser a M@e da semana!! Eu adoro o grupo, participo sempre que posso, aprendo muito e tento ensinar um pouco do que eu sei. Mas aí ela me deu esse questionário para responder e eu fiquei confusa, sabia…Falo mais que a boca sobre tudo, mas não é que na hora de falar de mim, eu fico perdidinha da silva?!? Da próxima vez Rê, vamos nos encontrar e gravar um vídeo com um bate papo, e de preferência na minha cozinha, que é onde eu mais gosto de falar!!!

Eu era:  Pontual como ninguém e um tantinho mais magra (kkkk)

Depois da maternidade, eu sou: Mais ou menos pontual, muito mais plena e completa. Difícil explicar com palavras o que a maternidade faz com a gente, só sei que é bom, muito bom!

Como descobriu a primeira gravidez: Foi interessante, eu simplesmente sabia e pronto, aí com dois dias de atraso no meu ciclo ultra regular, um teste de farmácia confirmou – o que eu achei ótimo, já que com o pavor que tenho de agulhas, qualquer exame de sangue que eu puder evitar, evito!

E a segunda: Eu nem sabia muito se queria o segundo filho, mas marido vinho tentando me convencer há uns poucos meses. Até que um dia eu falei “quem sabe”. Não deu 10 dias e mais um teste de farmácia (e uma vontade louca de fazer xixi a toda hora) confirmaram a 2a. gravidez!!

Qual diferença de idade entre eles: 5 anos e 2 meses. A única certeza que eu tinha é que, se eu tivesse um 2o. filho, a diferença entre eles seria de pelo menos 5 anos!

Pretende ter outros: NÃO!

Trabalha: Trabalho com cozinha, muita coisa feita de casa e outras tantas nas casas das clientes.

Em caso positivo, onde ficam as crianças: Quando trabalho de casa as crianças em geral estão por perto, quando estou especificamente na cozinha (trabalho com culinária) eles aparecem para ver o que estou fazendo, elogiar o cheiro da comida e até se oferecem para ajudar. Já quando o trabalho é no computador, nunca dá para se concentrar igual, mas mãe é mãe, né… Sempre dá um jeito de dar conta de tudo!!

Quando o trabalho me chama para a casa das clientes – dou aulas de culinária em domicílio – eu tento marcar as aulas em horários em que os meninos estão na escola. Quando não tem jeito, organizo com meu marido ou com a minha mãe, que não reclama nada em passar umas horas com os netos!

Por que optou por isso: Optei pelo que me permite ficar ao máximo com eles. A escola – meio período – é o ideal, porque lá certamente estão num ambiente seguro e educativo. Com o pai ou com a vó é farra na certa. Do marido posso dizer que vira criança junto com eles!

Melhor distração: academia, logo cedo, cedíssimo!! Chego lá as 5:50 da madrugada e fico até por volta de 7:30, 8 horas. Me dá pique para o dia inteiro, mas não me deixará nunca magricela (apesar do esforço) porque adoro comer!!! kkkkk Um bom livro também faz a minha cabeça.

Ícone: Não me lembro de nenhuma figura pública para ter como ícone, mas admiro muitíssimo mulheres que se viram em mil para dar conta de fazer e ser de tudo um muito: mãe, mulher, esportista, cozinheira, namorada, amiga e ela mesmo! E fazem tudo isso muito bem! Essas terão sempre a minha admiração!

Ser feliz é: acima de tudo estar bem consigo mesmo. O resto é conseqüência disso!

O maior sonho: Acho que ver os filhos crescerem felizes e realizados é o sonho de toda mãe, né? Mas atualmente o maior sonho material (e caro….) é uma cozinha maior, beeeeem maior!!

Horas de sono por noite: Em torno de 7 horas, as vezes um pouco mais ou um pouco menos. Eu PRECISO dormir, senão não funciono na vida!!

Uma dica para as futuras M@es: A maternidade é tudo de bom, mas estejam preparadas, porque nem sempre é o mar de rosas das fotos de revista. Tem momentos bem difíceis e cansativos e a gente tem que abrir mão de algumas coisas – e ganha muitas outras em troca! Eu gostaria de ter sido avisada dos momentos não tão bons ou muito cansativos. Acho que teria lidado melhor com eles!

Uma receita infalível para os pequenos: Firmeza sempre com as crianças, mas com muito amor e delicadeza. Criança precisa de muito amor e carinho, mas precisa muito também de alguém que lhe mostre o caminho com segurança e certezas. J’s se for receita de comida…. hehehe Meus filhos têm suas favoritas, e eu faço sempre que posso!

Um programa inesquecível: Nossos finais de semana no clube são sempre ótimos, mas quando todo mundo se anima e vai junto para a piscina aí é uma grande farra e uma grande delícia. O clube é muito especial pra mim porque eu nasci e cresci lá,indo praticamente todos os dias e é muuuuuuito gostoso ver meus filhos curtindo o mesmo que eu sempre curti, as mesmas brincadeiras, os filhos das amigas, etc. É como me ver criança novamente, num ambiente que é quase mais a minha casa do que a minha própria casa!

A viagem perfeita com os pequenos: A primeira viagem com meu mais velho para a Disney foi simplesmente o máximo. Os olhos dele brilharam a semana toda, dia e noite. Repetirei essa primeira vez com meu mais novo agora em novembro e não vejo a hora!!!

Pat X Pat: Ai, essa é a parte mais difícil!!!! (risos) Cada hora eu me acho uma coisa!! Nesse momento, acabada de sair da academia,, estou exausta, me achando uma grande esportista. Quando convido os amigos em casa para um almoço – e faço isso com frequência – me acho uma grande chef e uma grande anfitriã. Me vejo como uma ótima mãe, mas que como qualquer ser humano, tem seus momentos de “saco cheio”e fica com vontade de jogar tudo para o alto e ficar um pouco sozinha. Fico mega frustrada se não dou conta de algo que eu acho que deveria conseguir – eu acho que deveria, eu me cobro muito…..

Mas de modo geral sou uma pessoa leve, de riso fácil e com bastante jogo de cintura. Difícil alguém realmente me tirar do sério, mas se conseguir, parabéns, conquistou minha antipatia eterna….

pat-feldman-5 pat-feldman-4

pat-feldman-capa pat-feldman-6

pat-feldman-1 pat-feldman-7

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook