categorias: Mãe da Semana

Emanuelle Dias – Entrevista Mãe da semana

Nossa! Estava deitada no sofá, já era tarde e estava fazendo Lorena dormir. Tinha acabado de postar no grupo quando recebi um inbox da Renata… Quer ser mãe da semana? Confesso que sempre vi as historias das mães da semana e pensava, será que um dia eu serei a mãe da semana? E se for, o que eu vou falar? E aconteceu……fiquei feliz, agradeci e já comecei a pensar no que eu escreveria….o que eu poderia falar de mim, da minha história….

Meus pais são cariocas, casaram-se e vieram morar em São Paulo. Eram donos de um Colégio em Moema…estudei minha vida inteira lá e morei no bairro muito tempo, aprontava um monte, deixava meu pai doidinho na escola, kkkkkkk. E não me lembro bem quando comecei a trabalhar lá. Mas, eu já saia da aula e ficava na secretaria atendendo os pais, alunos..enfim…trabalhei no Colégio até 2002, quando resolvemos fechar. E aí cada um foi para um lado. Passamos por um período turbulento, meus pais chegaram a se separar, sofremos, seguramos a barra da minha mãe por que, pra ela estava sendo muito difícil. Até que um ano, não sei bem qual também….o amor prevaleceu e meu pai voltou para casa.  E mesmo com todos os defeitos e depois de tudo que passamos, recebemos ele de braços abertos, sem mágoas. Minha mãe sempre quis isso. E se ela que foi a maior prejudicada conseguiu perdoá-lo por que não conseguiríamos?

Eu sou a caçula de três irmãs….meu pai sempre sonhou em ter um menino e em cada gravidez era uma super expectativa…mas como ele diz, nunca brotou, só rachou rsrsrsrrs!

Tenho mais duas irmãs e temos pouca diferença de idade, a mais velha Marcelle, 42 anos, a Danielle, 38 anos e eu, 36 anos. A Ma namorou a vida inteira, desde os 13 anos. Engravidou com 24 anos, de gêmeos. Em 1997 nasceu Olivia e Ian, meus amores. Sou Dinda do Ian e ele é o xodó já que é o único menino. Eles foram amor a primeira vista….um sentimento que jamais imaginei que existisse. Ela se separou em seguida, mas logo depois conheceu o Ale, meu cunhado e juntos tem a Luiza, quase 4 anos. Dani foi à única que casou na igreja, véu, festa super tradicional. Uma festa linda, amo casamentos, mas nunca foi o meu sonho. Da união dela com o Junior, nasceu a Isabela, quase 5 anos. E enquanto elas namoravam, casavam, eu curtia a vida…

Eu sempre fui super social, rodeada de amigos, independente, saia para tudo quanto era canto, viaja com os amigos, dormia cada semana na casa de uma amiga….aproveitava tudo. Loucuras mil…sempre fui de topar tudo. Minha mãe ficava loucaaaaaaa comigo.

Em 2008 fui morar sozinha. Meus pais se mudaram para uma casa que fica dentro de São Paulo, mas um pouco mais distante. Marcelle foi morar com o Ale, Dani casada e eu me virei. Achei um aptº delicioso para alugar, num bairro que nunca antes tinha ido, a Praça da Arvore.

Lá fiz vários amigos. Tinha um “pé sujo” na frente do meu prédio e foi lá que conheci meu marido em 2009. Ele me convidou para jogar “palitinho” e ficamos bebendo cerveja….Já na madrugada, depois de tantas cervejas e insistência por parte dele, acabamos ficando.

Pra mim, tinha sido só um beijo, mas trocamos telefone, mensagens, papos de madrugada e fomos nos conhecendo….até que um dia sai de um chá de bebê de uma amiga , já meio altinha e resolvi ligar pra ele. Ele passou em casa e depois desse dia não nos desgrudamos mais. Depois de 1 mês de namoro ele já estava morando em casa. Temos uma diferença de idade de 4 anos, eu mais velha! No meu subconsciente já existia a vontade de ser mãe e ele se achava ainda muito novo.

Eu não tomava pílula, não usávamos camisinha….como eu dizia, tomava apenas cuidado, rsrsrsrrs! Quando eu achava necessário, tomava uma pílula do dia seguinte.

Até que em 2011, fiquei dois meses sem menstruar. Achava que estava com algum problema hormonal. Na época estava tomando remédio para emagrecer, tinha passado com o médico e ele me receitou subtramina. Tomei por 1 mês (no mesmo mês que estava atrasada) e quando voltei no retorno não tinha emagrecido NADA. Avisei que estava com a menstruação atrasada e que tinha tido uns enjôos. Ele disse que era normal, pois havia muito tempo que não tomava esses tipos de remédio. Mas, me perguntou se eu queria fazer um teste de gravidez. Não fiz..imagina…não estava grávida (na minha cabeça). Ele me receitou novamente a subtramina, mas achei melhor não tomar, vai que….

No segundo mês atrasada, marquei consulta no ginecologista e dois dias antes da consulta eu e o Rafa decidimos comprar um teste de farmácia, pois a essa altura meus amigos do trabalho, meu chefe, já tinham a certeza que estaria grávida.

Dito e feito….fiz o exame, dois tracinhos apareceram em segundos. Um misto de sensações, medo, alegria, eu chorando de um lado e meu marido do outro lado, no quarto escuro pensando….rsrsrsrs

Na consulta com o médico fizemos o ultrassom. E lá estava meu baby de já com 12 semanas, dando cambalhotas na minha barriga, coração batendo a mil e olhávamos desacreditados. Sim, estávamos grávidos!

Contei para minha mãe pelo telefone. Pedi para meu pai pegar na extensão e contei que eles seriam avós novamente. A primeira coisa que minha mãe falou foi “graças a Deus, achei que   fosse morrer e não conhecer seus filhos”, kkkkkkkkkkk!

Hoje temos a nossa Lorena. A alegria da nossa vida, um amor que aumenta a cada instante, meu marido é enlouquecido por ela e hoje já não consigo imaginar como vivi tanto tempo ser ter um filho. Costumo dizer para as minhas amigas que estão pensando em engravidar que se eu soubesse que era tão bom, já teria tido há muito tempo.

Tive a Lorena de cesárea, por opção minha no dia 12/01/12, com 38 semanas e meia…foi um parto super tranqüilo, sem dor no pós parto. Amamentei exclusivo até o final do 6º mês. Após minha licença maternidade, Lorena ia comigo trabalhar (sim, tenho o melhor chefe do mundo) e assim conseguia amamentar. Ela foi comigo até o 7º mês, após isso deixei Lorena com a minha sogra (que eu amo), as tias do meu marido e a mulher do meu cunhado. Elas se revezavam no cuidado com a Lorena.

Lolo é neta única por parte do meu marido….imaginaram né? Super paparicada e amada.

Do meu lado, não menos paparicada e amanda, Lolo é a neta caçula. Tenho mais 4 sobrinhos lindos, Olivia, Ian, Isabela e Luiza. Ian o único homem rodeado de mulheres, torce para nunca perder o reinado.

Agora estou na luta tentando convencer meu marido a ter o segundinho……ta difícil!!!!!

Eu era: Feliz, sem grandes responsabilidades, baladeira, bagunceira e sem juízo.

Depois da maternidade, eu sou: Tento ser menos bagunceira, sou bem mais caseira, cheia de responsabilidades e muuuuuuuito feliz. Ah, e bem mais ajuizada!

Como descobriu a gravidez: Em casa, a noite, com um teste de farmácia depois de 2 meses com a menstruação atrasada.

Pretende ter outros: Sim. Queria ter pelo menos 3 (que sonho). Mas, pelo marido ficamos só com a Lorena. Estou na fase de convencê-lo a ter pelo menos mais um!

Trabalha: Sim. Trabalho com agenciamento artístico e RP. As vezes trabalho a noite, de final de semana, é bem corrido! Mas, meu marido super ajuda nesses horários. Ele é super parceiro.

Em caso positivo, onde fica as crianças: Lolo até os 2 anos ficou com a minha sogra, tias e a mulher do meu cunhado. Elas se revezavam. Desde o ano passado, Lorena fica na escola das 8h as 16h.

Por que optou por isso: Acho o convívio com outras crianças super importante. Lorena mudou depois que entrou na escola. Ficou bem mais comunicativa.

Melhor distração: Reunião de amigas com um bom vinho. E, mostrar coisas novas para a Lorena e ver a carinha de felicidade.

Ícone: Meus pais! Não sei como eles conseguem ter pique para fazer tanta coisa com 70 (meu pai) e 65 (minha mae) anos. Eu com 36 não tenho metade do pique que eles tem. Muito orgulho deles!

Ser feliz é: Ter saúde e estar junto com as pessoas que amo.

O maior sonho: Ver a Lorena crescer com saúde e poder proporcionar sempre o melhor para ela.

Horas de sono por noite: Lorena é super dorminhoca, desde RN. Final de semana ela chega a dormir 12 horas seguidas e a mamãe aqui aproveita!

Uma dica para as futuras mamães: saber ouvir, saber explicar, paciência, muuuuuito amor e siga seu coração e sua intuição sempre. Saber filtrar todos os palpites, eles aparecem de todos os lados.

Uma receita infalível para os pequenos: Dedicação, amor, respeito, atenção, compreensão e saiba que tudo acontece no tempo certo que tem que acontecer.

Um programa inesquecível: Todos os programas em família são incríveis. Sempre acontece uma coisa nova e vira uma lembrança pra sempre.

A viagem perfeita com os filhos: Ainda não fizemos uma grande viagem. Já fomos para o Beach Park, sempre viajamos para a praia e Lorena ama. Ela sempre pede para ir para o Hotel, kkkkkkkk. Estamos programando uma viagem para a Disney ano que vem…Se o dólar ajudar!

Emanuelle X Emanuelle: ai que difícil!!!!! Sou a típica libriana indecisa, pra eu escolher qualquer coisa é tããããão difícil. Sou Amiga, parceira pra tudo, calma, mas quando to nervosa….sai de baixo! Tenho memória curta e perdoou fácil! Faço de tudo para levar uma vida leve e feliz. Sem neuras e DR´s.

emanuelle-dias emanuelle-dias-1 emanuelle-dias-4 emanuelle-dias-5 emanuelle-dias-3

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook