categorias: home, Mãe da Semana

Roberta Cavalcanti

roberta Cavalcanti

 

Que alegria receber esse convite. Quando vi a mensagem inbox meu coração acelerou rsrs. Meu marido estava passando nessa hora e gritei: Eu vou ser mom´s da semanaaaaaa rss! Coitado, nem imagina o que é isso, mas eu sei e estou muito feliz por participar. Estou no grupo há um tempinho, e participava de tudo mesmo não sendo mãe.

 

Estava aqui pensando no que escrever e me veio a memoria tantas lembranças. O mais bacana de tudo e olhar pra trás e ver quanta coisa mudou, quantas coisas evoluíram! A começar por mim…

 

Meus pais se separam quando eu tinha pouco mais de sete anos. Eu cresci com minha mãe (que boa parte do tempo foi ausente) e com meus irmãos. Passamos a morar na casa dos meus avós na época. Mas nunca me contentei com a vida que levamos, e desde sempre a vontade de ser independente aflorava em mim. Sempre gostei de moda e de coisa bonita (afinal, quem não gosta?!) e depender de alguém pra ter o que eu queria me matava! Com 15 anos tive meu primeiro emprego naquela lanchonete Arby´s e de desde então nunca parei. Não era ambiciosa por cargos ou status, eu queria era ter uma melhor condição pra mim e pra minha família. Sempre sonhei em me casar, ter filhos, viajar… E foi então que conheci o Clayton, meu marido. Trabalhávamos na mesma empresa, mas em departamentos diferentes. Nunca me esqueço do dia que o vi pela primeira vez rs.. Eu senti algo muito especial. Mas ele estava em um relacionamento complicado que já durava quase 10 anos e eu na época estava tentando reatar meu namoro de 7 anos com meu primeiro namorado. Mas quando tem que ser, Deus lá em cima faz as coisas acontecerem. Ele acabou o namoro e eu na verdade a partir do momento que o conheci e que ficamos, sabia que era inútil tentar reatar um relacionamento que havia terminado a muito tempo. Do dia em que ficamos pela primeira vez até hoje, nunca nos separamos. Claro que já brigamos muito, pelos mais diversos motivos e razões, eu até brinco que eu empurrei um caminhão de areia na subida rsrs durante a época do namoro, essa que durou 3 anos até nosso casamento. (moramos juntos por 6 meses até nos casarmos, foi um test-drive rs).

 

Quando viramos a chave, vimos que na verdade o test-drive era bem diferente da realidade, agora era de verdade. O primeiro ano foi muito difícil, mas ouvi uma frase uma vez que dizia: O casamento é sucessão de concessões. E nunca me esqueci disso. Quando falta algo em mim tem que sobrar nele, pois é assim que conseguiríamos levar cada dia do nosso casamento. E é assim até hoje…

 

Fizemos viagens incríveis, fui a lugares que sempre sonhei conhecer. Realizei sonhos de criança… Mas muitas dessas viagens eu só estava lá de corpo presente, senti que nunca aproveitei como deveria… Sempre tinha algo que atrapalhava… Ou alguém rs..

 

Mas em Junho do ano passado, em meio a muitas duvidas de onde seria nossa viagem, eu insisti pra que fossemos pra Cancun, pois eu precisava muito de férias de “verdade”. E foi a melhor viagem que fizemos até hoje. E foi lá que eu fiquei gravida. (também pudera um lugar lindo daqueles e extremamente propicio ao romance rsrs).

 

Eu sei exatamente o dia que eu engravidei, é algo magico isso de nos mulheres. Quando voltamos, passou alguns dias e tive a confirmação. E desde então, minha vida mudou 360graus. Eu tive uma gravidez tranquila, não enjoei e quase não engordei rs. Eu brincava que meu projeto era ser uma “gravida Grazi”, pois a Grazi Massafera ficou linda gravida e eu falava que seria assim… e meu projeto foi 100% concluído com sucesso kkkkk.

 

Brincadeiras a parte, a chegada da Sophie não foi todo aquele mar de rosas que todo mundo fala. Tem o lado B da maternidade, aquele que ninguém te conta. E como eu sofri! E como eu aprendi a admirar ainda mais todos os dias a minha mãe. Sempre falo que ninguém disse que era fácil, mas nunca disseram que seria tão difícil.

 

Eu tive o baby blues e pra mim aqueles dias eram longos e intermináveis. Eu só chorava. Era muita pressão, a vida mudou rápido demais e sim, perdi totalmente o controle da minha vida (logo eu que sempre morri de medo disso, minha independência sempre foi tudo pra mim). Se não fosse meu marido eu não sei como teria sido. Que alias preciso ressaltar: Super Pai, Super Marido e o melhor pai que a Sophie poderia ter. Morro de orgulho!!!

 

A Renata Costa na época me disse uma frase que marcou e até clareou as coisas pra mim, ela disse: O que esta acontecendo é que você aumentou o tamanho do seu coração e são tantos sentimentos, que é difícil lidar com isso. Mas vai passar…

 

E passados exatos 15 dias e com a ajuda do equilid (alias acho que deveríamos tomar isso desde o pós-parto rs) eu fui melhorando. Conversei com outras mães que tiveram, troquei experiências e as coisas foram entrando no eixo..

 

Pra ajudar, a Sophie é muito brava, tem personalidade muito forte rs. E sim, ela é linda rs, mas da muitooooo trabalho. Ela trocou o dia pela noite e ficar sem dormir pra mim era a pior parte…

 

Mas hoje as coisas estão bem diferentes. Hoje eu até consigo rir das minhas amigas, coitadas, que tiveram filho agora e reclamam do lado B também rs…

A Sophie ainda não dorme, mas em compensação, ela a cada dia fica mais espertinha. E aquele primeiro sorriso sincero pra mim.. rs… ahhhh já compensou tudo que eu passei. E meio clichê isso, mas é a mais pura verdade. Ela se acalma comigo, o meu colinho pra ela não tem igual, é um amor sem tamanho que cresce a cada dia.

 

Eu definitivamente mudei, mas com certeza pra muito melhor. Eu me tornei mãe, e com toda a responsabilidade que isso significa, posso dizer que sou muito mais feliz e muito mais realizada!

 

Eu era: A ansiedade em pessoa, gastrite como eu costumava dizer rs.

Depois da maternidade, eu sou: Eu estou muito mais paciente muito mais tranquila. A maternidade me trouxe serenidade e tranquilidade.

Como descobriu a gravidez: Depois das férias de Cancun rs. Mas a confirmação veio porque tive muita infecção urinária e no pronto socorro avisei o medico que existia uma pequena possibilidade de eu estar grávida rs. Ais fizeram o beta e fui pra casa. Estava na casa da minha mãe quando resolvi olhar o resultado. Lembro-me do médico dizer assim: Se der 1 você ta gravida. E o resultado era 395 rsrs. Eu não acreditava juro. Foi um misto de sensações. Sai de la correndo, esbarrando em tudo e minha mae não entendeu nada. Fui pra casa e nesse dia meu marido tinha aula e so ia chegar as 11. Eu sempre pensei que quando ficasse gravida iria fazer uma surpresa pra ele e bla… que nada. A gente nem pensa no que fazer na hora. Pra não dizer que não fiz nada rs, eu peguei um pijama de bebe que tinha guardado que era pra presente e acabei guardando, coloquei dentro o exame e embrulhei. A cara do meu marido foi impagável. E nos olhamos e falamos juntos: E agora?!!! rsrsrs

Pretende ter outros: Honestamente? Hoje eu penso que não quero mais. A Sophie vale por 2 rs. E passei por muitas coisas, teve o baby blues o que é bastante sofrido. Isso me marcou demais. Eu amadureci demais, esse é o lado bom da maternidade. Não tem escolha, não da pra voltar atrás. Hoje sem duvida eu sou uma pessoa melhor, mas um segundo filho pra mim ainda e muito distante a possibilidade. Mas se fosse como adoção, eu super toparia.

Trabalha: Sim.

Em caso positivo, onde fica o bebê: Ainda estou de licença-maternidade, mas a ideia é deixar com minha mãe.

Por que optou por isso: É engraçado isso. Quando não estamos gravidas temos um pensamento. Depois quando você esta gravida você muda. E finalmente quando o bebe nasce você literalmente muda de novo o pensamento. A realidade é que ninguém vai cuidar dela como eu. E a única pessoa em que eu confio é minha mãe.

Melhor distração: Amo escrever. E disso surgiu meu blog, o www.blogklubkids.com.br  Sempre gostei de crianças e moda infantil, ai uni essas duas coisas e hoje tenho isso como Hobby, é minha válvula de escape. E claro, o grupo 4moms, que acesso o dia todo rs.

Ícone: Sem duvida minha mãe.

Ser feliz é: É ter por perto pessoas que realmente sorriem pra você de verdade. É saber que eu vou voltar pra casa e sempre vai ter alguém me esperando com aquele sorrisão banguelo rs! E que eu vou ter pro resto da minha vida uma amiga e confidente, que é a minha Sophie.

O maior sonho: Ver a Sophie se tornar uma pessoa do bem, com princípios e principalmente, vê-la feliz!

Horas de sono por noite: Luxo rs! Acho que 4hs talvez rs.

Que horas curte o marido: Quando saímos só nos dois ou a noite (raro) quando ela dorme.

Uma dica para as futuras mom´s: Nem tudo esta nos livros, e cada um sempre tem um palpite pra ter dar. Ouça seu coração, seu feeling. Pois essa e a melhor maneira de entender e cuidar de nossos pequenos.

Uma receita infalível para os pequenos: Rotina. Eu ainda não consegui aqui em casa, mas é o caminho pra uma vida tranquila. E muito amor e carinho pois acredito que essa é a base de tudo.

Um programa inesquecível: Todas as viagens que eu fiz em especial a Disney, Paris e Cancun. Se existe uma coisa que nunca poderão tirar de mim são minhas lembranças.

A viagem perfeita com os pequenos: Faremos nesse ano, queremos ir pra um resort com a pequena. Estou super animada!

Roberta X Roberta: Eu tô sempre pensando no futuro, coisas de aquariana rs. Nunca tive muitos amigos, sempre preferi à qualidade a quantidade. E quem tem um amigo de verdade tem tudo na vida. Sou caseira (agora mais ainda) e amo ficar em casa, ver TV, assistir meus seriados… E comer é uma arte pra mim, é um dos meus programas preferidos, além de ir ao cinema.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

4 comentários

  1. Priscila Harari Goldstajn

    Ro, adorei te conhecer um pouquinho mais!!
    parabéns pela linda história e pela linda Sophie!!
    bjs!!

  2. Gleiser

    Nossa, emocionada! Não tenho palavras!
    Vi um filme passar pela minha cabeça enquanto lia esse relato tão verdadeiro e de alguém que se descreveu muito bem, essa é a minha amiga, que se tornou uma mulher linda, decidida, independente e agora super mãe!
    Orgulho de ser a Mom da semana, numa semana tão especial como essa do Dia das mães! Linda Historia, linda foto, linda pessoa que vc é, Rô!

  3. Fabiola

    Que estoria mais gostosa de ler, muita saude e boa sorte para voltar a ter boas noites de sono. Sei bem como é duro essa fase, tb não tenho coragem do segundo …rs
    Bjs

  4. Milena Aversa

    Ro, vc é querida por ser tão dócil e transparente. Fomos estreitando nossa amizade com seu carinho pela Ágata e comigo… Serei sempre a tia japa da Sophie!!! Parabéns pelo mom’s da semana…adoro você!!! Bjsss