categorias: home

Filho Único????

Renata-67

 

Meninas, quero dividir com vocês um assunto polêmico.

 

Sempre me imaginei mãe de mais de um, mas hoje Miguel com 2 anos e meio ainda não sinto vontade do segundinho.

 

Acho que isso pode mudar a qualquer momento, mas a pressão já está batendo na porta!!!

 

Tem hora certa? Tem regra?

 

Acho que não!!!

 

Fui convidada pelo site http://www.bebe.abril.com.brpara escrever na coluna Confessionário.

 

E aqui está meu texto sobre esse assunto.

 

http://bebe.abril.com.br/blogs/confessionario/2013/06/06/ter-ou-nao-ter-outro-eis-a-questao/

 

 

O que pensam sobre isso??

Compartilhem comigo suas experiências.

 

Bjocas

Rê Costa

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

15 comentários

  1. fabiola donato Trevisan Thamer

    Ré, tb sempre achei que teria dois, mas nao tenho coragem de recomeçar . Bem vinda ao time, eu acho que paro no Fefe.
    Bejinhos

  2. Vanessa

    Eu também quando solteira falava que queria ter um casal. Hoje tenho a Manuella com 1 ano e 8 meses e não quero outro filho tão cedo. Bem por questões financeiras e por já ter idade para ser só “tia” e não mais mãe! Tive ela com 35 anos ( marido com 40)…. Ficamos pensando se iremos vê-la formada, casada e com filhos! Esperamos bastante tempo e agora não sei se quero passar por uma segunda gravidez, fraldas, licença, babá… Quero continuar a trabalhar e dar o melhor para minha pitchuquinha!

  3. ANA CRISTINA OSIRO

    Pois é Renata…isso é um dilema!!! Tenho só uma filha de 3 anos e meio, mas já repensei e conclui q pra minha filha o melhor será ter um irmão(a). O q pesa muito é a questão financeira, pois como vc disse na matéria…onde estuda um não estuda dois, viagens, e td mais… já sinto minha pequena tão sozinha, pois trabalho fora. Apesar dela ficar com os avós, um irmão(a) faria muita diferença…bjs

  4. Luciana Soares

    Minha princesa também está com 2 anos e meio e estou no mesmo dilema. Na verdade sempre quis outro filho e dizia que não queria esperar muito, que quando a Maria Clara fizesse dois anos já estaria grávida novamente; ela está com dois e meio e até agora nada! Às vezes penso que estou atrasada e depois, que deveria esperar mais… Cheguei a conclusão de que é mais fácil decidir quando ter o primeiro filho (já que não sabemos mesmo o que esperar) do que decidir quando ter o segundo. Nossas vidas começam a entrar nos eixos novamente e vem a ideia de começar tudo novo de novo, assusta um pouco!

  5. Renata respondeu Luciana Soares

    Exatamente meus medos!!!

  6. Renata respondeu ANA CRISTINA OSIRO

    Espero um dia conseguir essa resposta…rs

  7. Renata respondeu Vanessa

    Vanessa tb penso como vc.

  8. Renata respondeu fabiola donato Trevisan Thamer

    Será Fá???

  9. Cristiane

    Como eu queria muito uma resposta pra essa duvida, já que eu penso nisso todo dia pelo menos desde os 2 anos da milha filha e ela já está com 5 e meio.rsrs Quando acho que eu estou pronta pra ter outro filho começo a me questionar: será que dou conta de educar outro filho(incluindo escola, cursos, viagens), vou ter que parar de trabalhar, mas eu adoro trabalhar…., e o meu casamento aguentaria mais um filho, já que o meu marido quer muito outro filho mas a gente sabe que um filho muda muito o relacionamento marido-mulher, tirando que eu sou completamente neurótica pela milha filha qualquer febre pra mim é o fim do mundo perco o chão, não consigo lidar com a situação com naturalidade, e tb não tenho otimas lembranças do parto. Aff quantas coisas ai decido que não estou preparada pra ter outro filho, mas eu amo infinitamente meus irmãos e eu estaria privando ela de sentir esse amor!! E ai começa a minha duvida novamente…….. e com isso o tempo vai passando, e eu espero um dia tomar a melhor decisão para minha familia!Beijos

  10. Renata respondeu Cristiane

    Cristiane, acho q nunca vamos ter essa certeza!!! Espero q vc tome sim a melhor decisão p vcs!! Bjo grande Rê

  11. Juliana

    O meu está com 2a7m e desde o início do ano estou louca para ter outro! Rsrs
    Não posso ver um bebê q já fico morrendo de vontade! Por problemas de saúde não pude até agora, mas acredito que mês q vem estarei liberada, aí só vai faltar convencer o marido q não está muito empolgado com essa idéia, mas sei q ele só está inseguro pela questão financeira. Realmente é muito caro, mas as recompensas são bem maiores!

  12. Adriana

    Tenho 2 filhos, e meu planejamento era esse mesmo, mas hj penso o seguinte, irmão é tudo de bom, precisa ter um irmão q seja para reclamar dos pais no futuro ( acho muita responsabilidade para um único filho), porém acho q cada família deve enxergar o global para sua realidade, pq dá mais trabalho, vc tem q se dividir para realizar todas as tarefas e atenção já que as demandas são diferentes para cada idade, pensar como vc lida com a vida social e como vc lida com a ajuda de terceiros ( e se pode contar com alguém ) … Até gostaria de ter o terceiro filho…

  13. Marina

    Até penso em ter o segundo, mas como a Bia veio na surpresa, quero que tudo seja muito bem planejado. No momento, cada vez que eu penso no segundo filho, lembro de alguma viagem que quero fazer com o marido e a filha, ou viagem que quero fazer com o marido, viagem sozinha (sim, tenho essa vontade muito viva dentro de mim) e outras milhares de coisas que, agora, não encaixam mais um filho. Acho que, quando chegar a minha hora, vai ser uma coisa difícil de controlar, sabe…

  14. Lucia

    Quando estava grávida da minha filha, pensava em ter um segundo filho… mas depois com a correria do dia a dia, trabalho, os custos e, obviamente, a minha idade, esta vontade foi diminuindo muito. Claro que ainda sinto, mas a razão fala mais alto… A culpa que sentia por não dar um irmão/irmã para a minha filha extinguiu-se. Ela não é mais mimada do que as outras crianças. Eu arranjo tempo para ela: dou atenção e broncas quando necessário. Irmão não é garantia que vão se dar bem… e, finalmente, recomendo a leitura do livro “Primeiro e único” de Lauren Sandler… ajuda a desmistificar muita coisa que falamos sobre filhos únicos

  15. Patricia

    Estou muito feliz com a minha pequena família de 3. Não teremos um segundo filho. Assim como a Lúcia, também recomendo a leitura do livro “Primeiro e Único” da Lauren Sandler.