categorias: Decoração

6 Dicas para manter os brinquedos organizados

1) LIMPEZA

Manter os brinquedos bem higienizados é imprescindível para a saúde das crianças. Procure usar produtos neutros e/ou naturais, para evitar alergias e até intoxicações. Sabão de coco, álcool 70 GL, vinagre e bicarbonato são excelentes opções.

2) FACILIDADE DE ACESSO

Brinquedos devem ser usados, e muito! Portanto, a melhor forma de guardá-los é o mais acessível possível para que as crianças os alcancem sempre que desejarem. Aqui vale a regra “de baixo para cima”: em gavetas e prateleiras mais baixas, os brinquedos mais usados e permitidos; nas mais altas, os chamados brinquedos “especiais”, que não devem ser usados sem a supervisão de um adulto (tintas, tesoura e cola, por exemplo)

3) DESAPEGO

Acumular grandes quantidades de brinquedos atrapalha não só a organização, como também confunde a criança. É aconselhável fazer uma inspeção freqüente, eliminando os que já não tem mais utilidade, para abrir espaço aos que virão. Épocas de Natal e Aniversário são excelentes para isso. Sempre que possível, a criança deve participar desse processo.

4) RODÍZIO

Quem é M@E sabe que as crianças enjoam facilmente dos brinquedos, portanto uma boa dica é mudar com freqüência a disposição dos mesmos, deixando alguns disponíveis e outros guardados, e depois de um tempo “reapresentá-los” aos pequenos, que os tratarão como se fossem novos!

5) PELÚCIA

Os bichinhos de pelúcia são unanimidade entre as crianças, mas apesar de fofos, requerem cuidados especiais. Eles retém muita poeira, portanto, sempre que possível, mantenha-os longe da cama da criança, de preferência guardados em lugares fechados (baús e cestos, por exemplo) e lave-os no máximo a cada 3 meses.

6) CADA COISA EM SEU LUGAR

Procure manter os brinquedos separados por “categorias”: use e abuse de caixas, cestos, potes, enfim, tudo que possa mantê-los juntos. Rótulos e etiquetas devem ser usados sem moderação, para identificar e facilitar a manipulação dos mesmos. Etiquetas com o desenho ou foto (ao invés do nome escrito) do que contém nas caixas estimulam as crianças a identificarem o que querem usar.

Incentive sempre as crianças a devolverem o que pegaram no lugar certo: pode parecer difícil no começo, mas se elas se acostumarem com essa rotina, com o passar do tempo ficarão incomodadas quando algo não estiver no lugar certo.

org2

oorg1

org4

org3

org

 

A importância de manter os brinquedos organizados não é apenas estética, é também (e principalmente funcional). Pense na “frustração” da criança ao montar um quebra cabeça inteiro, e no final, descobrir que faltam uma ou duas peças (que estão em qualquer outro lugar, que não a sua caixa), ou querer ouvir determinada história e não encontrar o livro, ou não achar o sapatinho da boneca preferida… Enfim, os exemplos são infinitos!

Gostaria de agradecer a oportunidade de falar um pouco sobre meu trabalho com todas as M@ES, espero que as dicas possam ajudar a melhorar o dia a dia de vocês! Coloco-me à disposição para esclarecer outras dúvidas que tenham em relação ao tema.

Muito obrigada!

 

luciana collinLuciana Collin, 35 anos
Personal Organizer, 
Graduada e Pós Graduada em Fisioterapia, 
Graduada e Mestre em Moda, Arte e Cultura
Mãe do Thiago, 4 anos.
www.organizecomestilo.com

 

**A necessidade em me especializar em Organização surgiu para completar o pacote de serviços oferecidos em minha loja de moda feminina, que mantive de 2010 a 2013. Dentre esses serviços personalizados, a Organização destacou-se em nível de satisfação das clientes, o que levava-as a solicitar mais e indicar a outras pessoas. Em dado momento, o número de clientes aumentou bastante, de forma que não seria mais possível manter os dois negócios, e desde então, surgiu a Organize com Estilo.

** Organizando brinquedos

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook